sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

As combinações da Ministra


Notícia dum matutino, dá-nos conta dum episódio que retrata a realidade da Comunicação Social no nosso País no consolado de Sócrates e seu séquito governativo.

Nada que, por aqui, já não haja denunciado. Não é condição fundamental viver as situações. "Vemos, ouvimos e lemos", não podemos ignorar!

De forma sucinta: a Ministra da Educação e a sua colega com a pasta da Saúde, Ana Jorge, apresentavam o plano de combate à sida nas escolas. Acabada a cerimónia, e depois dos discursos da praxe, o jornalista da RTP, pela actualidade do tema, tentou formular uma pergunta a Maria de Lurdes Rodrigues, a propósito da "sua" guerra com os professores.

Foi, então, que o verniz estalou. Ana Jorge, indignada, saiu das trincheiras, em desfesa da sua "companheira de luta" e, logo ali, ali quis tratar da saúde ao jornalista e injectou-lhe a dose:


"O quê? O senhor não sabe o que está combinado? Que hoje só se pode fazer perguntas sobre esta cerimónia e sobre o plano de combate à sida nas escolas? Ainda por cima a RTP, a televisão pública, a fazer uma coisa destas. E, depois, logo à noite, não sai a reportagem"


Sem mais palavras, apenas acrescento que sejam de seda da China, de renda de Barcelos ou do melhor algodão da Índia, não é com estas combinações, com estas roupagens, que se tapam as partes púdicas da nossa prostituída democracia!